quarta-feira, 5 de novembro de 2014

BC "Papeando com Azamigas": Ansiedade

Olá meninas!

Hj é dia de BC. O tema de hoje foi escolhido pela Ni Rocha:


Como  futuro papai lidou com a ansiedade? Já que os homens podem vir a sentirem-se um pouco mais pressionados.A ansiedade atrapalhou a vida sexual do casal? Quem é mais ansioso você ou ele? Como controlar a ansiedade dos futuros papai e da mamãe?


Gostei do tema, afinal de contas foram 22 ciclos até meu positivo e nestes ciclos muita coisa aconteceu, inclusive tivemos que aprender a viver com a ansiedade. Digo viver pois considero que mesmo no ciclo positivo estávamos ansiosos, hehe

Logo no início das tentativas a ansiedade estava mais do meu lado, pois o homem "acha" que uma concepção ocorre de forma mais rápida, tipo pá, pum, rsrs. Por isso ele estava de boa aproveitando que os namoros estavam mais frequentes...

Com o tempo passando nos demos conta que para ocorrer uma gravidez não é tão simples assim e começamos a prestar atenção nos dias férteis para os treinos serem mais "precisos", acredito que neste ponto que faz com que a ansiedade apareça, pois meio que "programamos" os dias do namoro, a sorte que pelo próprio corpo da mulher, é natural que nestes dias férteis a mulher sinta "mais vontade" de namorar, então OK, neste ponto não tivemos dificuldade, mas às vezes estávamos tão cansados que mesmo sendo dia fértil não tínhamos vontade pelo próprio cansaço, mas namorávamos para não perder o dia, tipo uma pressão, que de certa forma é ruim em uma relação, mas como a gravidez era algo que almejávamos valia a pena o cansaço...

Mas lá em casa a ansiedade pegava mesmo na fase lútea, depois que passa o período fértil vem aquela dúvida, será que deu certo?
Com o tempo passando meu marido sabia em que dia do ciclo estava, quantos dias faltavam para o atraso e ainda me perguntava como estava os sintomas, se estava sentindo algo diferente, enfim, digo que estes dias eram tensos, pois às vezes dentro de mim sabia que não tinha dado certo, mas não queria passar este negativismo para ele que estava tão esperançoso...

Como tive alguns meses de tratamento com indutor de ovulação imaginávamos que receberíamos nosso positivo durante estes meses, então também foram 3 meses de muita ansiedade. Após este tratamento como não recebemos nosso positivo eu fiquei bem triste e desanimada, mas aí meu marido foi minha principal base, ele não deixou que eu me abatesse e juntos resolvemos literalmente deixar nas mãos de Deus (não que não fazíamos isso antes, mas reforçamos nossa oração e nos entregamos, pois sabíamos que teríamos nosso filho, mas que dependia somente do tempo de Deus pois nossa parte já estávamos fazendo). Foram assim dois ciclos que pura entrega mas continuávamos ansiosos, porém de uma forma diferente, tipo vai acontecer eu creio, então se não for agora vai ser no próximo...e graças a Deus foi no segundo ciclo aós o tratamento com indutor!

Bom o que posso dizer é que a ansiedade não atrapalhou a vida sexual, mas sim dá aquela "programada", porém o que tomávamos cuidado é para manter uma via sexual ativa mesmo que não fosse período fértil (pois já vi muitas treinantes que meio "esquecem" do marido quando não estão férteis).

Em vias de ansiedade acredito que os dois são da mesma maneira, porém para mulher é um pouco mais complicado pois é nosso corpo que a mudança ocorrem né!

Agora para controlar a ansiedade dos futuros papais e mamães, não há forma mágica, acredito que o próprio diálogo entre o casal, entrega a Deus, constante orações e continuar vivendo, pois a vida não pode parar, continuem saindo, viajando, passeando, se divertindo, pois os planos são nossos mas o realizar é de Deus, então temos que fazer nossa parte, confiar e esperar!

Sabemos que a ansiedade em excesso atrapalha nos níveis hormonais da mulher, então minha dica é que se você não está conseguindo viver com a ansiedade é importante buscar um auxílio em terapia, psicologo, acupuntura, Yoga, etc. Não dá para fingir que está td bem se a ansiedade te atrapalha a viver (acho que não cheguei a este nível, pois tinha muita confiança em Deus, mas é uma barra msm, esperar é um exercício difícil).

Bom já falei demais, kkk

É isso...

bjus


10 comentários:

  1. Rê! É isso aí, não pode deixar as tentativas atrapalharem as relações sexuais não mesmo! E eu já estou aqui pensando, pois como será meu primeiro mês de tentativa, como ficará meu coração depois do período fértil?
    Rs

    Beijo!

    http://antesdopositivo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É Nathy vai dar aquela ansiedade básica...tipo será que foi dessa vez, rsrs
      mas vc vai tirar de letra!

      bjus

      Excluir
  2. Tudo que é muito esperado, querendo ou não gera uma ansiedade né.
    Só não pode deixar ela te consumir. Tem que relaxar e deixar acontecer.

    Bjs!

    http://deliriosdeumamaedeprimeiraviagem.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade Kell, sempre falava isso, como não ser ansiosa por algo que tanto esperamos né...

      Excluir
  3. Eu sou ansiosa...e tento controlar mto isso
    E agora ja estamos no 6º ciclo e nada de gravidez eu tenho notado que meu marido que era super relax esta ficando ansioso tbm...bjo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nise acho que com o tempo os maridos tendem a "acordar" e ficam mais apreensivos e ansiosos tbm...

      Excluir
  4. Concordo com oq a kell disse. Tudo oq queremos mt, nos deixa ansiosos.
    Mas é relaxar e entregar nas mãos de Deus.
    Beijos

    Querouboumeucoracao.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente o entregar nas mãos de Deus é essencial!

      Excluir
  5. o meu marido é relax... Parece que só nós mulheres é que sofremos desse mal da ansiedade né?rsrsrs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Luh acho que é natural da mulher ser ansiosa...rsrsr

      Excluir